Ministro da Infraestrutura garante que obras na Dutra em Guarulhos começam neste ano

Foto: Divulgação/PMG

O ministro da Infraestrutura, Tarcisio Gomes de Freitas, afirmou que as obras da marginal da rodovia Presidente Dutra, entre o Trevo de Bonsucesso e o Posto Sakamoto, no sentido Rio-São Paulo, devem ser iniciadas ainda neste ano. Durante evento de assinatura do contrato da nova concessão da rodovia, em São José dos Campos, na manhã desta sexta-feira (4), ele afirmou ao prefeito de Guarulhos, Guti, que a ligação é fundamental para concluir o Trevo de Bonsucesso e para garantir o acesso de quem sai dos bairros da região de Bonsucesso e Pimentas à Dutra, numa luta intermediada pelo deputado federal Cezinha de Madureira (PSD).

Incluindo a concessão da rodovia Rio-Santos (BR-101/116/RJ/SP), a concessão dada após o leilão vencido pelo Grupo CCR, que já operava a Dutra, terá R$ 14,8 bilhões de investimentos privados. “Será uma verdadeira transformação na região de Guarulhos”, explicou o ministro ao lembrar que ocorrerão investimentos tanto na região do Trevo de Bonsucesso como no acesso da Dutra ao Aeroporto Internacional.

Do total de investimentos, 10% serão destinados para a região de Guarulhos. Será investido R$ 1,4 bilhão em obras no Trevo de Bonsucesso, drenagem em trechos de alagamento e melhorias nos entroncamentos com as rodovias Hélio Smidt e Fernão Dias.

Ainda serão realizadas outras melhorias como conexão Wi-Fi, câmeras de segurança com detecção automática para incidentes e iluminação de LED na pista, além de duplicação de faixas em diversos trechos da Dutra e da Rio-Santos, que também faz parte da concessão.

Guti lembrou que as obras do Trevo de Bonsucesso estão quase concluídas, depois que sua gestão pegou o empreendimento praticamente parado, com menos de 40% finalizado, faltando até mesmo as desapropriações necessárias para dar andamento ao projeto. “Mesmo assim, o último viaduto termina numa via lateral da Dutra, sem acesso direto à rodovia. Sem a marginal, que é de responsabilidade da concessionária, não há como garantir a fluidez do trânsito na região”, afirmou.
 
O prefeito de Guarulhos lembrou que as obras na marginal da Dutra neste trecho estavam previstas para ocorrer no terceiro ano da nova concessão. “Guarulhos não pode esperar. Fomos a Brasília diversas vezes e conseguimos junto ao ministro Tarcísio o compromisso para realizar essa obra já neste primeiro ano”, comemorou.

Outra conquista na nova concessão será o barateamento nos valores dos pedágios. Segundo Freitas, o gasto total com os pedágios no modelo anterior chegaria a R$ 70 entre São Paulo e Rio de Janeiro. Com o novo contrato, a soma será de R$ 50. “Se nós tivéssemos prorrogado o contrato e simplesmente atualizado a tarifa pelo IPCA, esse deslocamento Rio-São Paulo iria sair 70 reais. Ele vai ser feito por 50 reais e quem tiver o desconto da tag vai pagar 5% menos, ou seja, vai fazer esse deslocamento por 47 reais”, disse Freitas. A concessionária também terá de implantar o novo sistema de cobrança de tarifa, o free flow, que cobra do usuário um valor proporcional ao trecho percorrido.

- PUBLICIDADE -