Lâmpadas queimadas na cidade serão trocadas em até 72 horas

Foto: Nicollas Ornelas/PMG

As manutenções da iluminação pública em Guarulhos ganharão, a partir do dia 11 de julho, mais agilidade. A Prefeitura, por meio de licitação, contratou o consórcio Remo/Citeluz para prestar o serviço na cidade, em um acordo que prevê o atendimento de reparos em até 72 horas e um centro de controle operacional que será capaz de monitorar em tempo real os pontos com lâmpadas queimadas.

O novo sistema será implantado pelo consórcio e o monitoramento será realizado por técnicos na sede da Secretaria de Administrações Regionais (SAR). “A maior agilidade nas manutenções proporcionará uma grande sensação de segurança a todos os moradores de Guarulhos”, destacou o prefeito Guti, referindo-se ao fato de que locais bem iluminados são menos propensos a assaltos.

O novo acordo prevê ainda a manutenção da iluminação em postes de concreto (da concessionária EDP São Paulo), em postes ornamentais (instalados em canteiros centrais de ruas e avenidas), em praças e vielas. “O contrato atual, que ainda se encontra em vigor, realiza apenas as manutenções em postes de concreto, as demais são atendidas pela própria pasta”, explicou o secretário de Administrações Regionais, Bruno Gersósimo.

Outra novidade prevista é a criação de um serviço de atendimento por telefone para o munícipe, já que, atualmente, as ligações são recebidas pela EDP como uma cortesia ao município.

O consórcio também implantará novos pontos de iluminação, bem como fará a manutenção das cabines primárias responsáveis pela passagem de energia de hospitais e próprios da Prefeitura.

O novo acordo tem a duração de dois anos, com a possibilidade de renovação por mais cinco .

- PUBLICIDADE -