Guarulhos registrou 68 mortes no trânsito no primeiro semestre do ano

Foto: Marcio Lino/PMG

Durante o primeiro semestre de 2022, Guarulhos registrou 68 mortes por acidentes no trânsito, representando um aumento de 5% em relação ao mesmo período de 2021, quando contabilizou 61 mortes mês a mês. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (19), pelo Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP).

Assim como nos primeiros meses de 2021, este ano, condutores foram as principais vítimas fatais de acidentes de trânsito, representando 55,88% delas, seguido de pedestre (30,88%) e passageiros (5,88%). Já em relação aos veículos de locomoção das vítimas, motocicletas apareceram em destaque, apesar de apresentarem redução de 6,8% em relação a 2021, quando somavam 29 óbitos, passando para 27 neste ano, enquanto pedestres registraram um aumento de 31,25%, passando de 16 para 21 mortes, assim como automóveis, que tiveram um aumento de 66,66%, passando de seis para 10. Bicicletas apresentaram redução de 50%, passando de quatro para dois óbitos, assim como caminhões que passaram de três para um óbito, reduzindo em 66,6%.

Neste ano, atropelamento foi o principal tipo de acidente, com 26 óbitos registrados, 36,8% a mais do que em 2021, quando somava 19, seguido de colisão, que reduziu 9,5%, passando de 21 para 19 e choque, que aumentou 80%, passando de cinco para nove mortes.

Vítimas

Pessoas com idade entre 35 e 39 anos foram as principais vítimas fatais de acidentes de trânsito na cidade, somando 11 mortes, assim como no ano anterior, enquanto jovens entre 18 e 24 anos apareceram em segundo, com uma redução de 23% em relação a 2021, passando de 13 para 10 óbitos.

Assim como no ano anterior, vias municipais foram as principais vias com acidentes fatais, representando 50% deles, enquanto rodovias representaram 42,65%.

- PUBLICIDADE -