Número de partos normais apresenta queda de 12% neste ano

O número de partos normais realizados em Guarulhos apresentou queda de 12% no primeiro quadrimestre deste ano em relação a 2015. Segundo dados da Secretaria de Saúde, nos quatro primeiros meses de 2016 foram realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) 2.649 partos na cidade contra 3.039 em igual período do ano passado.

Já a quantidade de cesarianas também apresentou ligeira queda. De janeiro a abril deste ano foram 1.429 partos cesarianos realizados pelo SUS em Guarulhos contra 1.469 no mesmo período do ano passado.

Nesta semana o Conselho Federal de Medicina (CFM) determinou que os médicos só poderão realizar cesáreas agendadas, a pedido da gestante, a partir da 39ª semana de gestação, momento em que estudos apontam que há menos riscos ao bebê. A medida, divulgada nesta segunda-feira (20), estabelece que “é ético o médico realizar a cesariana a pedido, e se houver discordância entre a decisão médica e a vontade da gestante, o médico poderá alegar o seu direito de autonomia profissional e, nesses casos, referenciar a gestante a outro profissional”.

Ainda assim, a determinação esclarece que “é direito da gestante, nas situações eletivas, optar pela realização de cesariana, garantida por sua autonomia, desde que tenha recebido todas as informações” sobre os dois tipos de partos bem como seus respectivos benefícios e riscos.

Segundo o CFM, bebês nascidos antes desse período têm mais chance de apresentar problemas respiratórios, além de dificuldades para manter a temperatura corporal, se alimentar, entre outros danos. No ano passado, o governo federal já havia lançado algumas medidas visando conter a alta taxa de cesarianas nos planos de saúde, onde 84,6% dos partos são cirúrgicos. Na rede pública, o índice é de cerca de 40%.

Reportagem: Rosana Ibanez