Polícia Federal prende grupo de jovens que planejavam ataque durante as Olimpíadas

A Divisão de Antiterrorismo da Polícia Federal anunciou nesta quinta-feira a prisão de dez jovens suspeitos de planejar um ataque durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro. Segundo a coletiva do ministro da justiça Alexandre Moraes, o grupo já era monitorado pela Polícia Federal, que realizou a apreensão em São Paulo e Curitiba, no Paraná, após verificação de mensagens em que jovens alegavam lealdade ao Estado Islâmico.

Segundo os investigadores, durante a verificação das mensagens, o grupo discutia quais os possíveis alvos no Rio de Janeiro, além da compra de armamentos, e segundo o ministro Alexandre Moraes, o grupo de jovens foi recrutado pela internet, a mesma situação dos terroristas nos atentados de Orlando e Paris, quando também foram recrutados pela internet.

A Polícia Federal ainda não divulgou o nome dos jovens, mas segundo uma informação do portal G1, teria um menor de idade entre os presos, e ainda há mais dois que estão sendo procurados, lembrando que a prisão é preventiva, e não há data para a soltura dos presos.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Foto: Pedro Ladeira/Folhapress