Prefeitura reduz de 51 para 45 a quantidade de áreas de risco

Assunto:Retro_Escavadeira hidráulica Defesa Civil Local: Rua Segundo-tenente-aviador Roberto Alvarenga Data: 17.01.2013 Foto: Fabio Nunes Teixeira

O número de áreas de risco na cidade de Guarulhos foi reduzida de 51 para 45. A queda é resultado de políticas habitacionais e também da execução de obras de infraestrutura e saneamento, com a entrega de unidades habitacionais e canalização de córregos.
As áreas de risco do município são monitoradas regularmente pela Coordenadoria de Defesa Civil. Elas estão localizadas à margem de córregos, rios e encostas. As ações realizadas nessas regiões beneficiaram diretamente cerca de 3.500 famílias.
Além do trabalho de socorro às vítimas quando há ocorrências, a Defesa Civil realiza trabalho preventivo nas comunidades, para conscientizar sobre os riscos devido à intervenção humana e também para agir preventivamente em casos de necessidade.
A cidade hoje dispõe de equipamentos que ajudam a monitorar a quantidade de chuvas pela cidade, evitando maiores problemas durante os períodos de verão, quando o índice pluviométrico é muito elevado.
Atualmente, o monitoramento tem o auxílio de 15 pluviômetros instalados em pontos estratégicos, definidos pelo Centro de Monitoramento de Desastres Naturais (Cemaden).

Áreas excluídas do mapa de risco

1 – Núcleo Baquirivu (margens do rio Tietê)
2 – Rua Minas Gerais, Praça Estrela (Presidente Dutra)
3 – Vila Any/Guaraci/Vila Laurita/Vila Izildinha (margens do rio Tietê)
4 – Hatsuta (Centro)
5 – Rua Henrique Riccó/Rua Canadense (Vila Flora)
6 – Comunidade FURP (Itapegica)