Governo exige prontuário eletrônico nos postos de saúde; cidade possui apenas quatro

O governo federal exigiu nesta quinta-feira (6) que todos os postos de saúde do país possuam prontuários eletrônicos. Atualmente a cidade de Guarulhos possui apenas quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS) que atendem este requisito. São elas: UBS Aracília, Água Azul, UBS Itapegica e UBS Cabuçu.

Segundo a Secretaria de Saúde, das 68 unidades espalhadas pelo município, 48 já tem o sistema instalado, mas para que o serviço funcione será necessário efetuar adequações na infraestrutura de informática destas unidades.
O Ministério da Saúde disse que as unidades terão 60 dias para se adequarem. Caso isso não ocorra, a pasta poderá cortar recursos federais para estes lugares. Estes recursos custeiam programas como Saúde da Família, programa usado em Guarulhos, que corresponde a 10 bilhões por ano.

A média de unidades que possuem o sistema em âmbito nacional também é baixa. Dos 41.688 postos em funcionamento, 10.134 unidades desfrutam da tecnologia, o que equivale a 24%. O restante ainda faz o registro dos pacientes em papel. Os dados são do governo federal.
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirma que não deve haver problemas para a implementação. Segundo ele, dados do Ministério das Comunicações apontam que todos os municípios têm ao menos um ponto de internet banda larga. “Quem não puder estar no sistema vai ter que justificar, senão para de receber o PAB (recursos do piso da atenção básica)”, afirmou.

Reportagem: Gustavo Druzian
Foto: Ivanildo Porto