Mapeamento da Habitação aponta mais de 400 áreas irregulares no município

Um mapeamento realizado pela Secretaria de Habitação apontou mais de 400 áreas irregulares em Guarulhos. Segundo o secretário da pasta, Orlando Fantazzini, duas empresas realizam atualmente a regularização fundiária de 36 localidades da cidade.

Além das moradias irregulares o município sofre com o déficit habitacional que, segundo estudos recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em Guarulhos está em 32 mil unidades habitacionais. Uma das grandes promessas da atual administração para resolver a questão é o programa Minha Casa, Minha Vida que conta com investimentos do governo federal. Desde o início do MCMV foram contratadas 13.378 unidades habitacionais de interesse social na cidade. Desse total, 8.486 unidades já foram construídas (incluindo unidades entregues e sorteadas).

A revisão do Plano Diretor deve contemplar as alterações no eixo da habitação. Além disso, uma discussão que deverá ser feita é quanto ao zoneamento da cidade. “Precisa aprovar um zoneamento novo. Essa mudança será uma consequência do Plano Diretor, mas sendo um estudo mais direto de como as áreas de Guarulhos devem ficar”, destacou o secretário de Desenvolvimento Urbano (SDU), Paulo Carvalho.