Eduardo Barreto solicita audiência pública para discutir o uso de aparelhos sonoros

Preocupado com a forma exacerbada e viril do uso de aparelhos sonoros, inclusive aqueles utilizados em veículos automotivos, em toda cidade, o vereador Eduardo Barreto (PCdoB) solicitou nesta sexta-feira, 17, junto a Secretaria de Segurança Pública, capitaneada pelo vereador licenciado Gilvan Passos (PSDB), audiência pública para discutir o assunto com a sociedade guarulhense.

“Estão causando muitos problemas na cidade. Estive conversando com o Gilvan Passos (Secretário de Segurança Pública) para que possamos realizar uma audiência pública e tratar deste assunto. Pretendemos fazê-la em abril. Morador não está dormindo mais”, declarou o vereador Eduardo Barreto.

Em dezembro de 2015, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) sancionou a lei n.º 16.049, que proíbe os pancadões em todo estado. Aquele que descumprir a legislação está sujeito a uma multa de R$ 1 mil. Este valor pode ser quadruplicado em caso de constantes reincidências. O representante do PCdoB na Casa de Leis pretende reforçar e adaptar a proposta para ser aplicada em Guarulhos.

“O problema está na cidade em geral. Agora com essa nova lei sancionada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) nos dá um poder maior de fiscalização. Vamos elaborar alguns projetos de lei a respeito para que possamos também melhorar esta situação em nosso município”, declarou.

Ele também entende que para que esta proposta possa ter efetividade é necessário uma mudança de comportamento da Polícia Militar. “Queremos um compromisso da Polícia Militar, até por que não há condições do morador ligar no número 190 e a própria Polícia pedir para morador acompanhar a ocorrência. Isso traz uma sensação de risco e pode se sentir coagido e ameaçado. A Polícia precisa mudar o comportamento”, concluiu.

Reportagem: Antônio Boaventura