Sem novos passaportes, companhias aéreas permitem troca sem multa

Viajantes prejudicados pela suspensão da emissão de passaportes na Polícia Federal, no último dia 27, podem alterar ou cancelar passagens de algumas companhias aéreas sem pagar multa.
Na Latam, quem não conseguiu tirar o documento e tem bilhetes emitidos até 28/6 para voos até 28/7 tem três opções: pode atrasar a data da viagem em até 30 dias sem pagar multa; escolher outra data ou destino e só pagar a diferença de tarifa; ou pedir reembolso.

Clientes da Gol que comprovem o agendamento na Polícia Federal antes da data da viagem podem alterar as passagens sem custo pelo site ou pelo telefone 0800-704-0465.
Segundo a Gol, a medida deve continuar mesmo se a emissão de passaportes for retomada. Azul e Avianca informaram que avaliam cada caso individualmente.

Nesta terça (4), a Comissão Mista de Orçamento aprovou o projeto de lei que destina R$ 102,4 milhões para a Polícia Federal. O próximo passo é a votação no Congresso. O relator do projeto, o deputado Fernando Francischini (SD-PR), afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que está articulando para que a votação ocorra na próxima semana.

A preocupação é conseguir votar a pauta antes do recesso dos deputados, que começa dia 17 e só termina em 1º de agosto. Se aprovado, o projeto ainda deve passar por sanção presidencial.

(Folhapress)