A Prefeitura de Guarulhos encerrou na última quarta-feira (19) o convênio de colaboração com entidades parceiras na rede municipal de educação. Entre eles está o Movimento de Alfabetização para Jovens e Adultos (Mova), que atendia aproximadamente 3.500 pessoas entre 5 e 108 anos. O governo municipal solicitou que os alunos possam procurar as unidades educacionais do município para dar sequência ao aprendizado.

Para Luís Gilberto, educador do projeto, a destituição do Mova, criado em 2002 para facilitar a inserção de populares em âmbito social por meio da educação, partiu de posicionamento político sem que pudesse haver qualquer análise sobre a real necessidade ou importância para população.
“O governo atual não acha viável o projeto por que todos existentes foram criados pelo PT. Eu não sou petista, sou arte-educador. O Mova existe desde 2002 e pra eles é muito mais fácil remanejar os alunos para EJA (Educação de Jovens e Adultos)”, observou.

O educador também revelou que a ajuda de custo cedida pela prefeitura está em atraso com os agentes e ajudantes, que juntos somam aproximadamente 260 profissionais. Eles recebiam mensalmente a quantia de R$ 550. O processo de aprendizado era realizado em 222 salas distribuídas em sete entidades do município.

“Nós sabemos que o dinheiro da ajuda de custo vem do governo federal, via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento), porém, não queremos brigar com o prefeito, mas lutar pelo projeto. Ele (Guti) assinou um decreto no dia 2 de fevereiro que derruba todo trabalho voluntário”, concluiu.

A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel) informou que o Mova não terminou, apenas retomou o caráter original que é o de serviço voluntário de alfabetização. A pasta ressalta que a rede municipal abriu inscrições no mês de junho e continua com vagas abertas para o atendimento a adultos. A Secel reafirma que todos os repasses já foram efetuados, não existindo qualquer dívida pendente.

Reportagem: Antônio Boaventura
antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

2 COMENTÁRIOS

  1. Secretário e prefeito sem vergonha estou com seis pessoas entre 48 e 60 anos que estavam estudando para aprenderem a LER
    Devolvam o nosso dinheiro aos cofres públicos e retornem o pagamento dos professores para retornar às aulas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here