Legislativo deverá investir cerca de R$ 7 milhões nas instalações do novo prédio da Câmara

O presidente da Câmara Municipal, Eduardo Soltur (PSD), informou que o Legislativo deverá investir cerca de R$ 7 milhões nas instalações do novo prédio onde funcionará a Casa de Leis. A nova Câmara passa a ser prioridade da sua gestão.

“Vamos reutilizar o prédio da antiga fábrica de Tapetes Lourdes e fazer as devidas adequações. Lá vamos ter mais um plenário, além das adaptações dos gabinetes dos vereadores. Vamos ter que reformar e destruir uma boa parte daquilo que estava pronto”, explicou Soltur.

Entretanto, o imóvel localizado no bairro de Vila Augusta foi adquirido pela Câmara no ano de 2011 pelo valor de R$ 14,8 milhões. Atualmente, o Legislativo tem um custo de R$ 2,5 milhões com o aluguel do imóvel que abriga a estrutura atual no Centro da cidade. “O mais importante será à saída do aluguel. Tudo depende da nossa questão financeira. Caso tenhamos condições podemos construir um prédio em três meses, caso contrário temos de aguardar”.

Tendo o remanejamento das atividades do Legislativo para uma nova estrutura, Soltur espera que o processo de licitação para a reforma da estrutura adquirida em 2011 seja ágil e rápida. Após mais de 30 dias de recesso, a Câmara Municipal retoma suas atividades nesta terça-feira (1º). “A prioridade da Câmara para este segundo semestre será a nova Casa. Quero ver se conseguimos fazer a licitação e fazer este processo caminhar o mais rápido possível”, afirmou o presidente.

Reportagem: Antônio Boaventura
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto