Câmara e praça Getúlio Vargas serão palcos de manifesto da GCM por ascensão de carreira nesta quarta

Assunto:Mega Operação GCM e Polícia Milira Local:Bosque Maia(Consentração) Avenida Paulo Faccini Data12.01.2016 Foto:Sidnei Barros/PMG

Agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) fazem nesta quarta-feira (8) manifesto na Câmara Municipal e também na praça Getúlio Vargas por plano de carreira e suas ascensões, além de melhorias nas condições de trabalho. De acordo com Gilvan Passos, secretário de Assuntos para Segurança Pública, não existe orçamento suficiente para estas ações.

O secretário explicou que a gestão Guti realizou um estudo para viabilizar o processo de ascensão de carreira e até para novas contratações, porém, esta iniciativa revelou, segundo ele, a inexistência de verba suficiente para colocar em prática estas iniciativas.
“Essa é uma vontade tanto da minha parte quanto do prefeito Guti (PSB). Nós até pedimos para fazer um estudo, mas infelizmente já veio o retorno de que para o ano que vem não teríamos verba”, observou Passos.

O HOJE apurou que existem casos em que agentes estão há 12 anos sem receber qualquer tipo de promoção ou movimentação de cargo. Eles também ressaltam que as condições de trabalho não atende aos requisitos da atividade exercida, e pedem melhorias na infraestrutura. Segundo os GCMs ouvidos pela reportagem, existem problemas na rede de rádio comunicador e a falta de equipamentos de proteção individual como uniforme e botas.

A Guarda Civil Municipal conta atualmente com 782 guardas. Destes, 600 estão em atividade nas vias guarulhenses. Os demais passam por processo de readaptação, afastamento das ruas por problemas clínicos ou exercem alguma função administrativa dentro da secretaria. A frota atual da GCM é composta por 19 motocicletas locadas, além de 12 motocicletas patrimoniadas, 45 viaturas e seis motos destinadas ao projeto do governo federal Crack É Possível Vencer.

Antônio Boaventura
[email protected]
Foto: Ivanildo Porto