Concorrência em medicina dobra no vestibular 2018

SAO PAULO, SP, 10.01.2016: FUVEST-SP - Candidatos na Poli-Civil para o exame da segunda fase da Fuvest 2015, na tarde deste domingo (10), na Universidade de Sao Paulo (USP), zona oeste de Sao Paulo (SP). ( Foto: Luiz Claudio Barbosa/Codigo19/Folhapress)

A prova da Fuvest 2018, que seleciona os alunos da USP divulgou a relação candidato-vaga para o vestibular de 2018, bem como o número absoluto de inscritos. Neste ano, o vestibular da USP 2018, teve 137.581 candidatos inscritos, ligeiro acréscimo frente aos 136.736 da prova anterior -1% de crescimento. São 8.402 vagas, distribuídas em 182 cursos de graduação. No Sisu (Sistema de Seleção Unificada do Ministério da Educação), são ofertadas outras 2.745 vagas.

O que mais chama atenção na relação candidato-vaga para a Fuvest 2018 é no curso de medicina. Após a saída da seleção para a Santa Casa pela Fuvest, a relação mais do que dobrou. Em 2018, eram 63,04 candidatos por vaga. Em 2018, serão 135,7, 115% a mais.
No novo curso de medicina ofertado pela USP, a medicina em Bauru, a relação também ultrapassa os cem candidatos por vaga. São 105,9.

O terceiro curso com maior procura também é de medicina, no campus de Ribeirão Preto, onde a relação saltou de 75,6 para 86,5, um aumento de 14,4% na procura. Em 2017, esta foi a carreira mais concorrida. Outro fator que influencia em uma relação mais acirrada é a reserva de vagas para alunos vindos do ensino público e para pretos, pardos e indígenas.

Curiosamente, entre os 15 cursos com maior procura, dois tiveram queda, os dois na área da comunicação. Jornalismo foi de 43,2 para 38,2 (-12%) e publicidade e propaganda caiu de 44,3 candidatos por vaga para 37,5, um decréscimo de 15%.