Metroviários ameaçam greve em SP contra concessão de 2 linhas

O sindicato dos metroviários de SP se reúne às 18h30 desta quarta (17) para decidir se entrarão em greve nesta quinta-feira (18).
A categoria protesta contra a concessão à iniciativa privada de duas linhas do Metrô, a 5-lilás e a 17-ouro (monotrilho) feita pela gestão Geraldo Alckmin (PSDB). O resultado da licitação será conhecido na próxima sexta-feira (19).

A Justiça do Trabalho determinou em liminar que 80% dos profissionais devem trabalhar nos horários de pico e 60% no restante do dia, sob pena de multa de R$ 100 mil.
Entre os itens questionados pelos metroviários está a defasagem entre o volume do lucro estimado pelo governo do Estado à iniciativa privada em comparação com o baixo pagamento esperado pela vencedora.
O sindicato dos metroviários também fala em um possível direcionamento para a empresa CCR levar a licitação. A CCR, que já opera a linha 4-amarela, e o Metrô chamam as acusações de infundadas e negam qualquer irregularidade.

Foto: Eduardo Knapp/Folhapress