Parentes e amigos se mobilizam para ajudar jovem da Vila Galvão que contraiu febre amarela

De acordo com os amigos da jovem Larissa Saraiva de Oliveira, 20, moradora do bairro Vila Galvão, ela está internada no Hospital das Clínicas, em São Paulo, após ser diagnosticada com febre amarela. Segunda a amiga Layane Silvestre dos Santos, 20, Larissa no momento está precisando da doação de sangue O positivo e também de um fígado compatível.
“Ela foi internada primeiro no HMU, e após piorar o estado de saúde, foi realizada uma bateria de exames e constatado febre amarela, sendo transferida para o Hospital das Clínicas”, afirmou a atendente Layane, destacando que segundo os familiares, a jovem começou passando mal no início da semana, com uma possível infecção urinária, porém, o quadro teria se agravado, e Larissa convulsionado diversas vezes além da febre alta.

A jovem teria sido transferida para o Hospital das Clínicas nessa última quinta-feira (18), após ter dado entrada no Hospital Municipal de Urgências (HMU). Larissa não teria tomado a vacina contra a febre amarela, e de acordo com Layane, não viajou para áreas de risco no final do ano passado. “Ela não viajou para canto nenhum na virada do ano”, afirmou.

A Secretaria da Saúde afirmou ao HOJE que nos dois casos, da Vila Galvão e Parque Continental, a doença não foi contraída na cidade, mas sim no Parque da Cantareira, região de São Paulo e Nazaré Paulista.

Para ajudar Larissa, a jovem precisa da doação de sangue do tipo O positivo, que pode ser realizado por pessoas que ainda não tomaram a vacina contra a febre amarela, ou que já tomaram a dose há mais de um mês, além de um fígado. Quem deseja doar, deverá comparecer ao prédio do ambulatório do Hospital das Clínicas, em São Paulo, localizado na avenida Eneias Carvalho de Aguiar, n°260, e informar o nome completo de Larissa para realizar a doação.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]