Na fila por vaga há cinco meses, mãe deverá gastar R$ 400 para colocar filho em creche

Na fila por vaga há cinco meses, mãe deverá gastar R$ 400 para colocar filho em creche

Na espera há cinco meses por uma vaga na creche municipal da Escola da Prefeitura de Guarulhos (EPG) Milton Luiz Ziller, localizada na rua Pitanga, no bairro do Picanço, a mãe Carla Freitas Lima, deverá gastar cerca de R$ 400 para pagar uma creche particular, em virtude de não conseguir na prefeitura.
“Fui na creche do Jardim Rosa de França, para verificar quanto a abertura de vagas, porém, informaram que meu filho seria o número 81 da lista”, afirmou a técnica em enfermagem sobre a situação de espera, pois a criança apenas ganharia a vaga em caso de desistência.

Com essa situação, Carla já procura por creches particulares, porém, o valor não estaria muito acessível. “A escolinha mais barata que encontrei, o valor é de R$ 400, porém, por apenas meio período”, revelou a mãe. O filho da Carla tem apenas um ano e três meses, e é o sétimo na lista de espera na EPG Milton Luiz Ziller.

A reportagem do HOJE entrou em contato com a prefeitura sobre essa questão da lista de espera de 70 crianças na Milton Luiz Ziller. “A criança é a 7° da lista de espera da EPG Milton Luiz Ziller, onde no momento não há vaga nessa unidade escolar, para a modalidade citada. Porém, existe um prazo legal para esse atendimento (28/02), onde são esperados os primeiros 15 dias letivos para dar baixa nas desistências decorrentes desse período, ofertando a vaga para o próximo da lista”, informou a nota oficial da administração municipal.

Reportagem: Ulisses Carvalho
ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

3 Comentários neste post

  1. Simone Conceição

    A prefeitura deveria exigir um comprovante de trabalho para as mães que mantém as crianças na creche.

    Responder
  2. Eu também estou desde o ano passado na listra de espera ,isso porque ja fui na secretaria de ensino pois minha filha ja vai fazer 4 anos em julho e não tem vaga moro no São Domingos e ja fui em tds creche do bairro mas nenhuma tem vaga é um absurdo isso aff

    Responder
  3. Meio período nas creches de Guarulhos adianta o que???? Só pra quem não trabalha mesmo. Absurdo que nunca vai mudar.

    Responder

Deixe seu Comentário