Oitava vítima de febre amarela de Guarulhos adquiriu a doença na região do Cabuçu

Oitava vítima de febre amarela de Guarulhos adquiriu a doença na região do Cabuçu

Os resultados dos exames enviados essa semana pelo Instituto Adolfo Lutz à Secretaria de Saúde de Guarulhos confirmaram o oitavo óbito por febre amarela de morador da cidade. Trata-se do segundo caso autóctone (contraído dentro do município), por um senhor de 65 anos que residia e trabalhava em área silvestre na região do Cabuçu, e foi a óbito no último dia 11, no Hospital das Clínicas em São Paulo.

A vítima não havia se vacinado contra a febre amarela e começou a sentir os primeiros sintomas da doença no dia 31 de janeiro passado. Foi internado em 8 de fevereiro no Hospital Geral de Guarulhos (estadual) e transferido dois dias depois ao Hospital das Clínicas, na Capital, onde morreu.

Desde a notícia da morte do morador do Cabuçu, que até então estava sob investigação como um caso suspeito, agentes comunitários de Saúde intensificaram o trabalho de controle de vetores na região. Além disso, iniciaram uma ação de casa em casa para verificar se a população está vacinada, orientando quem ainda não tomou a vacina para procurar a UBS mais próxima de sua residência. Ainda está previsto o serviço de nebulização em alguns quarteirões do bairro, para eliminação dos mosquitos adultos.

Histórico de óbitos na cidade por febre amarela

1°: Homem de 69 anos, morador do Jardim Munhoz, que tinha chácara em Nazaré Paulista, próximo à divisa de Mairiporã, faleceu no dia 25 de dezembro, em um hospital de São Paulo.

2°: Homem de 34 anos, morador do Jardim Normandia, que contraiu febre amarela durante visita a um sítio em Atibaia, entre os dias 24 e 25 de dezembro, faleceu no dia 3 de janeiro, em um hospital de Arujá.

3°: Homem de 84 anos, morador do Jardim Vila Galvão, que viajou para Atibaia entre 20 dezembro e 2 de janeiro, faleceu no dia 10 de janeiro, no Hospital do Servidor Público, na Capital.

4°: Mulher de 60 anos, moradora do Jovaia, faleceu no dia 11 de janeiro, no hospital da Unicamp, em Campinas, em decorrência de febre amarela contraída no município de Piracaia, próximo a Atibaia.

5°: Homem de 60 anos, da região do Lavras, que esteve em um pesqueiro localizado entre Mairiporã e Nazaré Paulista no dia 6 de janeiro, faleceu no dia 12 de janeiro, no Hospital Geral de Guarulhos.

6°: Homem de 63 anos, residente na região do Pimentas, faleceu no dia 27 de janeiro em decorrência do vírus contraído em Mairiporã, onde esteve entre os dias 5 de novembro e 5 de dezembro; e retornou à região no dia 14 de janeiro.

7°: Homem de 80 anos, morador do Jardim Cumbica, que teria contraído a doença em Nazaré Paulista, apresentou os primeiros sintomas em 19 de janeiro, evoluindo para óbito no dia 28 do mesmo mês.

Foto: Eduardo Saraiva

1 Comentário neste post

  1. Acho que é o 10 caso que faleceu pessoas de febre amarela , tem um rapaz aqui do paraiso que faleceu tbm o William Silva esses dias , tem um outro que tbm fez a transfusão de fígado que faleceu !

    Responder

Deixe seu Comentário