Com equipamento prestes a vencer, GCMs podem compartilhar o uso de coletes a prova de balas

De acordo com um agente da Guarda Civil Municipal (GCM), que preferiu não se identificar, parte dos coletes a prova de balas dos guardas estão para vencer no mês de agosto, e com isso, determinados GCMs teriam que compartilhar o uso do próprio equipamento para trabalhar na cidade.

A reportagem do HOJE questionou a Secretaria para Assuntos de Segurança Pública sobre o vencimento do equipamento, e de acordo com a secretaria, parte vencerá em breve e logo será reposta com a entrega de coletes femininos que estariam em processo de fabricação. “Outra parte desses coletes (masculinos), está em fase de publicação, em Diário oficial, de chamamento público para o processo licitatório”.

Quando questionada sobre a demora para efetuar a compra do equipamento e também uma possível demora no processo licitatório, a secretaria destacou quanto a essa parte, que são compostas por várias fases. “Há uma série de fatores que influenciam no tempo e dificuldades para superar essas fases, como os orçamentos. Alguns desses fatores, em boa medida, não estão no controle da Administração Pública”.

Sobre a questão dos coletes, a administração municipal confirmou a informação. “O uso compartilhado para essa parcela que terá seu colete vencido será somente das placas. Há capas individuais para que não haja contato com o corpo de quem usará isso”.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]