Presidente da Liesg descarta o Carnaval 2019 em Guarulhos

O presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de Guarulhos (Liesg), Manoel Dionísio, o Pelé, revelou nesta segunda-feira (30) que não haverá desfile das escolas de samba da cidade no próximo ano. De acordo com ele, não há possibilidade de promover o evento sem a participação da administração pública, principalmente quanto à infraestrutura.

Para a realização do Carnaval, o presidente da Liesg afirmou que solicitou à administração municipal a liberação da avenida Paulo Faccini, no Jardim Maia, pelo período da realização do evento, e a cessão de banheiros químicos para utilização do público. No entanto, ele disse que os pedidos não foram atendidos pela prefeitura.

“Não há nenhuma possibilidade de fazer o Carnaval em Guarulhos no próximo ano. Mesmo que exista a possibilidade de participação do governo não teremos tempo para fazer um evento descente. Pedimos apenas a liberação da avenida Paulo Faccini e os banheiros químicos”, explicou.

Apesar de confirmar que existe a possibilidade de promover a festa no próximo ano caso haja interesse participação efetiva da iniciativa privada, a prefeitura ainda não discutiu assunto com a Liga Independente das Escolas de Samba de Guarulhos. Segundo informações obtidas pelo HOJE, a festa deve reunir apenas os blocos carnavalescos espalhados em diversos bairros da cidade.

Reportagem: Antônio Boaventura

[email protected]