Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

O Adamastor Centro foi, nesta sexta-feira (28), o destino de milhares de pessoas. O motivo? A busca de uma oportunidade de emprego e qualificação profissional. Em sua primeira edição, o Mutirão de Oportunidades e Serviços, iniciativa da Secretaria de Trabalho, atraiu uma multidão, que chegava ao local a todo instante de vários pontos da cidade.

Além dos cursos profissionalizantes, a ação contou com a participação de 35 empresas, que juntas proporcionaram a criação de aproximadamente 1.300 vagas de trabalho. Entre elas estavam disponíveis ocupações para os cargos de coletor de lixo, porteiro, motorista, auxiliar administrativo e vagas para Pessoas com Deficiência (PCD). Para os jovens com idade inferior a 18 anos, foram oferecidas 110 oportunidades por meio do programa Bolsa Trabalho.

“Alguns estão cadastrados no Ciet (Centro Integrado de Emprego, Trabalho e Renda) e receberam uma carta de encaminhamento. Também estão disponíveis oportunidades para os Jovens Aprendiz. A gente quer fazer [o mutirão] a cada 60 dias, mas de forma pulverizada nas unidades do CEU (Centro de Educação Unificado)”, explicou a secretária do Trabalho, Telma Cardia.

As filas começaram a se formar desde as 22h de quinta-feira (27). Para atender a demanda, o governo municipal disponibilizou transporte gratuito nos quatro terminais de ônibus da cidade – São João, Pimentas, Vila Galvão e Parque Cecap. Esta ação contou com apoio de agentes da Secretaria de Transportes e Trânsito (STT), da Guarda Civil Municipal (GCM) e cerca de 60 militares do Tiro de Guerra de Guarulhos.

Filas foram formadas nas avenidas Monteiro Lobato e Presidente Tancredo de Almeida Neves até as proximidades do Terminal Metropolitano Parque Cecap. De acordo com os organizadores, a disputa estaria próximo de quase 13 candidatos por vaga. Ou seja, cerca de 15 mil pessoas estiveram no Adamastor Centro em busca destas oportunidades atreladas ao mercado de trabalho.

“A iniciativa é boa porque dá oportunidade para quem está desempregado, além dos cursos para as pessoas se profissionalizarem também. E foi por este intuito que acordamos cedo e estamos aqui”, disse, José da Silva, 27 anos, morador do Jardim São João, que chegou ao local por volta das 6h.

1 COMENTÁRIO

  1. Esta situação, remete aos absurdos que o PT, fez em seus mais de dez anos no poder, nos rostos dos que fazem filas nas agências de empregos, durante todas as semanas, percebemos o erro, que foi deixar o PT, ficar por tanto tempo no poder. Que agora, nós brasileiros, saibamos dar o troco nesta “corja”, “fora PT’.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here