Casas no Jardim Fortaleza são atingidas após explosões em pedreira

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Moradores do bairro Jardim Fortaleza reclamam das constantes explosões de uma pedreira localizada próxima ao bairro. O local das explosões é controlado pela empresa Polimix Concreto LTDA, que possui sede  na Estrada Guarulhos Nazaré-Paulista, n° 5919, no bairro do Jardim São João. O problema maior de acordo com moradores, é que parte das pedras estão atingindo as residências no bairro.

“Já caíram pedras grandes, do tamanho de um bloco. Sempre tem explosão”, afirmou a vendedora Dayane Aparecida da Silva, 27, destacando que além da mãe que é idosa também tem um filho de apenas um ano, que poderiam se machucar com a queda das pedras próxima a residência.

O problema teria começado de acordo com Dayane, na quarta-feira (17), quando três explosões foram realizadas no mesmo dia pela empresa. As pedras caíram na parte do quintal da casa da vendedora, que agradece ao fato do filho estar dormindo no momento em que houve a queda, porque caso contrário o bebê estaria no quintal da residência. “Imagina quem tem laje de telha com essa situação”, destacou Dayane.

O HOJE entrou em contato com a Polimix nesta segunda-feira (22), para abordar sobre o problema, destacando o relato da moradora e também as fotos que a reportagem recebeu, porém, até o fechamento desta edição, não houve resposta. Já quanto a administração municipal, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano informou que a empresa Polimix Concreto LTDA não possui licença de funcionamento  expedida, e que devido a esse fator, foi notificada a apresentar a regularização no período de oito dias.

“Sobre as pedras que estão sendo lançadas, informamos que a fiscalização compete à Cetesb e ao Departamento Nacional de Produção Mineral”, destacou a prefeitura.

Foto: Divulgação