Prefeitura inicia experiência de alteração de mão em trecho crítico da Emílio Ribas na terça-feira

Com sinalização adequada e agentes de trânsito para orientar os motoristas, na próxima terça-feira (30), o trânsito no cruzamento da avenida Emílio Ribas com a rua Cônego Valadão, sentido bairro, no Gopoúva, vai sofrer alteração para melhorar o fluxo em toda aquela região. Um trecho de aproximadamente 45 metros da avenida vira mão única na direção do Centro, entre as ruas Doutor José Maurício de Oliveira e Cônego Valadão. A experiência terá a duração de sete dias e sua implementação definitiva só acontecerá se os resultados alcançados forem satisfatórios.

A princípio houve por parte dos moradores o pedido de instalação de um semáforo no local. Contudo, estudos do Departamento de Engenharia de Trânsito da Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana (STMU) mostraram que tecnicamente não seria possível atender a reivindicação. O espaço (chamado de caixa tecnicamente) era muito pequeno para a sincronização semafórica.

Após estudos, a solução encontrada foi a de fazer com que os veículos que passam pela avenida Emílio Ribas (sentido bairro) dobrem à direita na rua Cônego Valadão, depois à esquerda na rua Doutor Lourenço Granato, novamente à esquerda para a Dr. José Maurício de Oliveira e, finalmente, à direita para acessarem novamente a avenida.

De acordo com a STMU, os passageiros de transporte coletivo não serão prejudicados, tendo em vista que não existe nenhum ponto de parada de ônibus no trecho que vai passar pelas modificações.