1º Mutirão da Tarifa Social de Energia Elétrica reúne centenas de pessoas no Adamastor

Aproximadamente 400 pessoas participaram nesta terça-feira (17) do 1º Mutirão da Tarifa Social de Energia Elétrica de Guarulhos, realizado pela Prefeitura em parceria com a EDP no Salão de Artes do Adamastor Centro. Ao todo, 860 famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e Bolsa Família, ou que recebem o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC),retiraram previamente o formulário de concessão do benefício nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), o qual possibilita desconto na conta de luz. A ação foi acompanhada pelo prefeito Guti e pelo secretário de Desenvolvimento e Assistência Social, Alex Viterale.

O prefeito Guti destacou o pioneirismo da ação. “Nunca foi feito um mutirão da Tarifa Social de Energia Elétrica no município. Em 2017, quando a gente chegou, eram mil pessoas aproximadamente que tinham esse benefício e em 2019 batemos mais de 10 mil. A gente tem capacidade de chegara até 50 mil pessoas que precisam desse auxílio na conta de luz.E o desconto faz diferença para as famílias. Todos já vão sair daqui cadastrados e provavelmente a próxima conta, ou no máximo a seguinte, dependendo do dia da leitura, já vem com desconto”, disse Guti, esclarecendo ainda que o benefício é concedido às famílias que recebem meio salário mínimo per capita ou as que recebem o BPC (caso de pessoa com deficiência ou idosos acima de 65 anos).

A importância do evento foi abordada pelo secretário Viterale. “Com a redução na conta de energia elétrica, as pessoas poderão utilizar o recurso para a aquisição de outras necessidades, como roupas e alimentos. Podemos aumentar ainda mais a quantidade de beneficiários da Tarifa Social de Energia Elétrica e trabalharemos para isso”, afirmou o gestor.

Já o gerente de contas da EDP Guarulhos, Leandro Cardoso, considerou o evento uma ótima oportunidade de orientar a população sobre os cuidados com instalações elétricas e o uso da energia. “Este evento tem uma importância tremenda. É uma oportunidade de conversar com o público e passar informações e orientações. Estamos com o sentimento de que vamos atingir um número grande de pessoas e ampliar a quantidade de moradores que recebem o benefício”, disse Leandro, que parabenizou a Prefeitura pela estrutura montada para o atendimento à população.

A moradora de Nova Bonsucesso Jucineide Rocha da Silva, 35 anos, mãe de três filhos, separada, recebe o Bolsa Família e participou do mutirão. “Fiquei sabendo no Cras que ia ter e isso vai me ajudar muito porque a luz vem cara. Gasto mais ou menos R$ 80 por mês e qualquer desconto é bem-vindo, porque assim posso gastar em outras coisas,” revelou Jucineide, que trabalha como faxineira.