Maior parte dos casos de dengue em Guarulhos está na faixa etária entre 20 e 49 anos

Lixo Acumulado - Dengue
Foto: Divulgação

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]

A faixa etária com maior número de casos da dengue em Guarulhos neste ano é a entre 20 e 49 anos, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde. Nesta quinta-feira (03), a administração municipal divulgou que do mês de janeiro até o momento, foram confirmados 6.323 casos da doença na cidade.

Os números da doença vêm apresentando uma pequena alteração nas últimas semanas, segundo a secretaria, porém, os bairros com maior registro de casos ainda permanecem os mesmos, que são o Recreio São Jorge, Haroldo Veloso, Cidade Soberana e Cidade Seródio. Até o momento foi registrado um morte por dengue no município, de um homem que morava no bairro Jardim Almeida Prado.

O trabalho de combate ao mosquito transmissor é realizado de maneira contínua e sistemática em Guarulhos, com ações rotineiras de visita casa a casa, bloqueio de criadouros e atuação em locais estratégicos. Outro serviço executado pela secretaria é a nebulização nos casos que atendem aos critérios epidemiológicos”, informou em nota a secretaria.

Para eliminar os focos de criação do mosquito da dengue, a população deve acabar principalmente com a água parada, além de realizar a vistoria também em tampas ou garrafas vazias, ralos, vasos sanitários sem uso frequente, bandeja da geladeira, ar condicionado e filtros de parede. 

No mês de junho deste ano, os soldados do Tiro de Guerra, através de um trabalho montado entre duplas, realizaram as fiscalizações com o objetivo de vistoriar imóveis, para que ocorresse o bloqueio de criadouros, que consiste na eliminação mecânica de larvas.