Covid-19: Guti valoriza e elogia trabalho dos profissionais da Saúde no período de atividade do 3C Gru

Hospital de Campanha será desativado nesta sexta-feira (04) depois de 162 dias de funcionamento - Crédito: Márcio Lino

Antônio Boaventura
[email protected]

Inaugurado no dia 27 de março deste ano, em uma sexta-feira, sob um custo de R$ 33 milhões, o hospital de campanha, denominado de Centro de Combate ao Coronavírus – 3C Gru -, encerra suas atividades nesta sexta-feira (04). Diante deste quadro, o prefeito Guti (PSD) elogiou e valorizou o trabalhos dos profissionais da saúde que atuaram naquela estrutura durante seus 162 dias de atendimento aos pacientes infectados pelo vírus Covid-19. Nesta quarta-feira (02) houve a última alta.

“Quero agradecer à todo time da saúde que fez o máximo que podia fazer para que a gente pudesse fazer aquele hospital funcionar depois de sete dias. Pudemos fazer o drive-thru, exames e com números muito bons. Teve 87% de índice de cura e alta, além de atender aproximadamente 40 mil pessoas e quase 90 mil exames”, disse o prefeito Guti.

Os primeiros atendimentos do 3C Gru foram realizados, através, do sistema drive-thru. Naquele local, a administração pública disponibilizou 70 leitos, sendo 14 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e outros 56 para casos classificados como de alta complexidade. Mas, com a crescente no número de casos de Covid-19 na cidade durante o mês de junho, o governo municipal criou mais 10 leitos de UTI para reforçar o atendimento à população. De acordo com a Prefeitura, 605 pessoas que procuraram o 3C Gru foram recuperadas da infecção provocada pelo vírus.

“A cidade agiu muito rápido e ninguém sabia como era essa pandemia. Há cinco meses quando começou ninguém sabia o que estava acontecendo e estava matando muita gente. A cidade respondeu muito rápido e tínhamos muito pouco tempo para montar. E por saber que teríamos problemas de UTI resolvemos montar o nosso e foi uma decisão acertada”, encerrou.

Um homem, de 63 anos, que teve sua identidade preservada e deu entrada no local em estado grave há sete dias e foi direto para a UTI, deixou nesta quarta-feira (02) a unidade totalmente curado e com uma grande festa preparada pelos profissionais para celebrar mais uma vida salva dentre as mais de 600 que conseguiram se recuperar. Durante os cinco meses de funcionamento, o hospital de campanha contabilizou mais de 800 internações de pacientes graves, pouco mais de 120 transferências, 89.500 exames (bioquímicos, ultrassom, tomografia computadorizada e raio X) e 86 óbitos.