Educação: Com participação de Guarulhos, Condemat discute implementação da base curricular na educação infantil

Da Redação
[email protected]

Com a participação de Guarulhos, a quarta sessão do 1º Fórum Internacional de Educação dos Municípios do Alto Tietê teve como tema central a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e sua importância no processo de planejamento da futura volta às atividades presenciais. Evento online traz a visão de especialistas diante da pandemia e promove o debate entre os educadores da região.

Desta vez, o evento contou com a presença das professoras Rita Coelho, da Universidade Federal de Juiz de Fora, especialista em políticas para a educação infantil e uma das formuladoras da BNCC, e Zilma Moraes, doutora em psicologia experimental pelo Instituto de Psicologia da USP e que também atuou como assessora do MEC na elaboração de versões iniciais da BNCC.

As palestras e debates focaram a necessidade de se conhecer e respeitar as vivências e aprendizagens das crianças e suas famílias na situação de isolamento que, por vezes, são traumáticas. Para as especialistas, é urgente que as equipes escolares se preparem para a futura volta às atividades presenciais tendo como objetivo central garantir os direitos de aprendizagem e desenvolvimento das crianças, tal como expressos na BNCC da educação infantil.

Voltado aos profissionais de educação infantil, o Fórum vem reunindo especialistas do Brasil e do exterior, gestores e professores das redes públicas, para o debate sobre os maiores desafios preexistentes e seu agravamento diante da atual pandemia. A última sessão do Fórum será na próxima quarta-feira (30) e terá sua transmissão ao vivo pela internet às 18h30min, com a presença das palestrantes Emília Cipriano e Maria Malta Campos.

O evento conta com o apoio da Organização dos Estados Ibero-americanos (Unesco) e de outras entidades dedicadas ao desenvolvimento educacional. Promovido pelo Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), o Fórum é uma iniciativa das secretarias municipais de educação de nove municípios da região e se consolida como um espaço de formação e troca de experiências para os profissionais da educação do Alto Tietê.

Profissionais da educação de todo o Brasil podem acompanhar as sessões do Fórum, ao vivo pelo YouTube, ou gravadas no Portal do Fórum (www.forumeducacaoaltotiete.com.br). Nele também podem ser encontrados documentos de apoio sobre a temática, bem como experiências que vêm sendo desenvolvidas pelas escolas da região.