Guarulhos registra mais de 900 casos de dengue neste ano

A cidade de Guarulhos, de janeiro deste ano até o momento, registrou 953 casos confirmados de dengue, 14 de chikungunya e nenhum de zika vírus. Também não foram registrados óbitos por nenhuma das doenças, de acordo com informações da Secretaria de Saúde.

As três doenças são adquiridas através da picada do mosquito Aedes aegypti, mais conhecido como mosquito da dengue. A única forma de evitá-las é com o combate ao mosquito, através da eliminação dos criadouros nas casas, no trabalho e nas áreas públicas. Uma tarefa de todos.

É importante que a população elimine os possíveis criadouros do mosquito. Isso porque ao longo dos anos, o Aedes aegypti se adaptou extremamente bem às condições urbanas e aperfeiçoou sua forma de reprodução. É um mosquito doméstico, vive dentro de casa e perto do homem.

A dengue e a chikungunya têm sintomas e sinais parecidos, enquanto a dengue se destaca pelas dores no corpo, a chikungunya se destaca por dores e inchaço nas articulações. A zika se destaca por uma febre mais baixa (ou ausência de febre), muitas manchas na pele a coceira no corpo.

O hemograma ajuda muito da diferenciação dos quadros. Uma vez em que a queda nas plaquetas e a leucopemia são mais exuberantes na dengue e quase inexistente na zika.