Espiritualismo: afirmação da existência do espírito como elemento primordial da realidade

Foto: Hoje TV

O espiritualismo é uma denominação comum a várias doutrinas filosóficas e/ou religiosas, tendo como fundamento básico a afirmação da existência do espírito como elemento primordial da realidade e foi sobre essa questão que tratou Marcos Goulart, diretor do departamento de integração das religiões da União das Sociedades Espíritas (USE) de Guarulhos e Arujá, no HOJE TV desta segunda-feira (18), apresentado pelo jornalista Maurício Siqueira.

“Nós sabemos que o espiritismo nasceu com Jesus pois, juntamente com o Seu nascimento, houve o início do marco na diferença da humanidade: aquilo que existia anterior a Sua vinda ao mundo e o que viria posteriormente a Ele. Depois de 33 anos, Jesus já estava revelando os reinos com muitas moradas na casa de Seu Pai. Ele já anunciava ser o Consolador, pois já não era uma pessoa, mas sim uma forma de pensar, uma consciência e para isso precisava de alguém pudesse interagir com esse momento na consciência humana, ou seja, um novo momento”, afirmou Goulart.

O espiritismo é o conjunto de princípios e leis, revelados pelos espíritos superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita: O Livro dos Espíritos. A obra revela conceitos novos e mais aprofundados a respeito de Deus, do universo, dos homens, dos espíritos e das leis que regem a vida. De acordo com Goulart, todas as religiões que admitem a existência de Deus e da alma podem ser chamadas de espiritualistas, mas nem todos os seguidores do espiritualismo acreditam em espíritos ou na comunicação entre esses e os homens encarnados, crença que define os espíritas, que adotam o espiritismo.

“Kardec foi o criador da doutrina espírita e intuiu esta confusão linguística, pois evitou o termo espiritualismo para conceituar a nascente corrente filosófica que ele contribuiu para divulgar em nosso planeta. Assim, ele preferiu as expressões espírita e espiritismo para diferenciar essa nova religião, expressando desde o próprio nome a essência de sua crença nos espíritos. Por isso, ele não acreditava na mediunidade de imediato, uma ligação do encarnado com o desencarnado. Com isso, trouxe conceitos novos sobre o homem e tudo o que o cerca. O espiritismo toca em todas as áreas do conhecimento, das atividades e do comportamento humanos, abrindo uma nova era para a regeneração da humanidade”, ressaltou ele.

O programa vai ao ar de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 9h, e pode ser acessado no Facebook (guarulhoshoje), YouTube (HOJE TV) ou pelo site www.guarulhoshoje.com.br.

- PUBLICIDADE -