Acusado de matar Karunã é encontrado morto em penitenciária de Guarulhos

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

O homem de 27 anos que confessou ter assassinado a ex-namorada Karunã Ferreira Coimbra Manduca, em Araraquara, foi encontrado morto por agentes da Penitenciária de Guarulhos. Horas antes, ele teria sido transferido do presídio de Serra Azul. O caso aconteceu na última quinta-feira (26).

Corodato foi preso em Araraquara pela Polícia Militar na terça-feira (24). Ele foi encaminhado para a penitenciária de Serra Azul e havia sido transferido para a unidade de Guarulhos na tarde da quinta (26). Quando encontrado, ele estava enforcado em uma cela, que habitava sozinho no Centro de Detenção Provisória de Guarulhos II, mas as circunstâncias da morte ainda serão investigadas.

A secretaria da Administração Penitenciária confirmou a morte. “Foi registrado boletim de ocorrência, o corpo foi retirado pelo Instituto Médico Legal (IML) e foi aberto Procedimento Apuratório”, disse por nota.  

Ainda segundo a SAP, o advogado “do preso foi comunicado do óbito e a assistência social da unidade está tentando contato com os familiares”.

- PUBLICIDADE -