Jorge Wilson diz que não se omitiu em votação que tirou R$ 700 mi do Baquirivu

O deputado estadual Jorge Wilson (PRB) afirmou que em nenhum momento se omitiu ou deixou de se manifestar a respeito do projeto de lei 123/2016 que autorizou o go­verno do estado a transferir mais de R$ 700 milhões das obras do rio Baquirivu-Guaçu para a construção de duas barragens na região de Cam­pinas, no interior paulista.

O parlamentar disse que durante a discussão do projeto em plenário, fez um longo pronunciamento e falou sobre a sua indignação, se declarando totalmente contrário à aprovação da proposta bem como sobre a retirada de recursos já consignados em lei para Guarulhos.

“É com muita tristeza que este deputado, hoje, declara­-se totalmente contrário a este projeto que vira as costas para o município de Guarulhos. Não é justo, meus nobres pares, tirar recursos que já estavam destinados para a cidade de Guarulhos, município esse que vem sofrendo ano após ano com enchentes, com munícipes perdendo vidas, com muní­cipes em Guarulhos dizendo ‘o rio entrou dentro de minha casa’, perdendo os seus eletrodomésticos, perdendo tudo”, afirmou o parlamentar durante discurso.

Em outro trecho, o parla­mentar ressaltou que não é contrário a destinação de verbas a região de Campi­nas, desde que não sejam retiradas de outro município, como o PL determinava. “Quero dizer que votamos contrariamente a esse projeto. Quero dizer também a todos os deputados desta Casa, inclusive os deputados da região de Campinas e que, mais uma vez, votarei, sim, favorável a qualquer projeto que venha a destinar verba para Campinas e região, mas que não tirem verbas de Guarulhos e de nenhum município, porque aquilo que já foi destinado é porque é necessário”.

 

Foto: Divulgação