Corinthians perde depois de cinco meses por 1 a 0 e dentro da Arena

SÃO PAULO, SP, 19.08.2017: CORINTHIANS-VITÓRIA - Tréllez comemora gol na partida entre Corinthians X Vitória, neste sábado (19) na Arena Corinthians na zona leste de São Paulo, válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017. (Foto: Gero Rodrigues/Ofotografico/Folhapress)

A segunda maior série invicta da história do Corinthians terminou neste sábado (19), no Itaquerão. A equipe perdeu pela primeira vez depois de 34 partidas e não está mais invicta no Campeonato Brasileiro. A derrota por 1 a 0 para o Vitória aconteceu cinco meses após o último resultado negativo do time de Fabio Carille. Em 19 de março, o Corinthians havia sido superado por 1 a 0 pela Ferroviária, no Campeonato Paulista.

Desde então, foram 21 vitórias e 13 empates. Faltaram três partidas para igualar o recorde do elenco de 1957, comandado pelo técnico Oswaldo Brandão. Este ficou invicto por 37 jogos. O gol do Vitória, marcado por Tréllez, aos 12 minutos do primeiro tempo, aconteceu porque a bola desviou em Guilherme Arana e subiu mais do que Cássio esperava.

O Corinthians teve volume de jogo. Foram 72% de posse de bola e 16 finalizações ao gol. Duas vezes, Jô teve a chance de arrematar livre na área, uma delas de cabeça, mas a bola foi na direção do goleiro Fernando Miguel. O resultado surpreendeu pela situação do rival na tabela. Os três pontos obtidos no Itaquerão não tiraram o Vitória da zona de rebaixamento. Com 22, está em 18º.

Atrás no placar, o Corinthians tentou usar a mesma fórmula que funcionou nos últimos cinco meses: controle do ritmo, trocas rápidas de passes e avanços dos laterais Fágner e Arana. Os cruzamentos quase sempre encontravam a cabeça do zagueiro Wallace, ex-Corinthians, que ganhou a maioria das disputas com Jô. Duas vezes Fernando Miguel rebateu a bola para o meio da área, mas nenhum atacante adversário foi rápido o bastante para aproveitar.
Foi também a primeira derrota no Itaquerão após pouco mais de seis meses. O último resultado negativo em casa havia sido por 2 a 0, contra o Santo André, pela segunda rodada do Paulista, em 11 de fevereiro.