Prefeitura realiza segunda aplicação do remediador de odores no aterro sanitário

Nesta sexta-feira (18), a prefeitura realizou a segunda aplicação do “remediador ambiental físico químico” de odores sobre a célula do aterro sanitário deslocada no incidente ocorrido no último dia 28. O produto certificado pelo Ibama e com uso aprovado pela Cetesb, ajuda a precipitar os gases emitidos pela matéria orgânica em decomposição exposta.

A aplicação do produto requer a utilização de caminhão pipa equipado com jato direcional que atinge 40 metros de distância. O trabalho é feito por funcionários da empresa que opera o aterro e acompanhado por técnicos da Secretaria de Serviços Públicos.

Drone

A Secretaria de Serviços Públicos começou nesta semana a utilizar um drone (veículo aéreo remotamente pilotado) para monitorar o aterro sanitário municipal. O equipamento permite visualizar toda a área do aterro, incluindo a célula deslocada no último dia 18, sem oferecer riscos aos servidores. O trabalho é feito em parceria com a Proguaru e o Saae.