Em tempos de coronavírus, torcidas organizadas de SP doam álcool em gel, alimentos e também sangue

Imagem: Divulgação

As torcidas dos quatro principais clubes de estado, São Paulo, Corinthians, Palmeiras e Santos, estão trabalhando para tentar ajudar as pessoas mais carentes em tempos de pandemia do coronavírus. No dia de ontem (5), a maior parte das sedes das organizadas receberam doações de mantimentos e de produtos de higiene.

A Mancha Verde arrecadou 25 toneladas de produtos para serem distribuídos. Na semana passada, o lateral direito Marcos Rocha doou 100 cestas básicas para a ação. E o trabalho humanitário proporcionou uma cena praticamente impensável e uma espécie de duelo positivo. Ainda ontem (5), integrantes da Mancha foram até a zona sul da capital, em Paraisópolis, para entregar as cestas. Na mesma região, sócios da Independente, a maior torcida do São Paulo, também fizeram as suas contribuições.

A Independente conta, até o momento, com mais de 3 mil unidades de álcool em gel que serão distribuídos na comunidade. Só no último domingo (5), foram entregues mais de 500 cestas básicas e brinquedos para as crianças. A campanha, que contou com o apoio do ex-jogador Amoroso, seguirá durante todo esse mês de abril. “A Independente vai ter ação todos os sábados de abril para ajudar as pessoas carentes. O trabalho está sendo humanitário. Já entregamos no total mais de 900 cestas básicas, itens de primeira necessidade e brinquedos”, disse Henrique Gomes, presidente de Independente.

A Dragões da Real, também do Tricolor paulista, captou alimentos e fez uma mobilização para doação de sangue em diversas cidades do país. “Pode parecer besteira, mas em um momento horrível como esse, ficou uma ponta de esperança ao mostrar que em torcida organizada, como em todos os outros setores, temos pessoas de bem. Quando se generaliza, acaba se excluindo as coisas boas e é o que a maioria faz. Muita gente está comendo por causa de ações das torcidas. Alguém não morreu por causa do sangue de um torcedor organizado, sendo que quem o recebeu nem sabe e pode além de tudo ser um crítico”, disse André Azevedo.

A Gaviões da Fiel, do Corinthians, também está arrecadando cestas básicas, sendo coletadas 200 unidades até ontem (5). A torcida também distribuiu refeições, foram 200 marmitas produzidas para o almoço de domingo.

Os santistas da Força Jovem têm buscado mantimentos e produtos de higiene para os necessitados. As campanhas entre os alvinegros começaram antes, já para os desabrigados após as enchentes na Baixada Santista, no começo deste ano.