OMS diz que não tem informações suficientes sobre vacina russa contra covid-19

O conselheiro-sênior da Organização Mundial da Saúde (OMS), Bruce Aylward, afirmou nesta quinta-feira, 13, que a entidade ainda não tem dados para avaliar a vacina desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, da Rússia, contra o novo coronavírus.

“Não temos informações suficientes para comentar sobre ela”, afirmou o conselheiro durante coletiva de imprensa. Ele acrescentou que a agência está em conversas com autoridades russas para entender melhor esse imunizante.

Aylward também informou que a vacina russa não está entre as nove que inicialmente estão incluídas no portfólio da iniciativa Covax.