Cidade: PF e Receita Federal impedem embarque irregular de pedras preciosas no Aeroporto de Guarulhos

Da Redação
[email protected]

A Polícia Federal em ação conjunta com a Receita Federal, prendeu um passageiro tentando embarcar para Doha, no Catar, com pedras preciosas sem a devida documentação legal, no Aeroporto Internacional de Guarulhos. A apreensão ocorreu quando um empresário brasileiro, de 38 anos de idade, que não teve sua identidade revelada, foi abordado pelos policiais federais e servidores da Receita Federal para revista das bagagens e busca pessoal.

Após a realização de uma breve entrevista, o homem deu informações inconsistentes com sua intenção de viagem. Na bagagem de mão do passageiro havia pacotes de café, que ele alegou serem amostras para possível exportação. Os agentes, desconfiados pela qualidade do produto não ser compatível com o que foi dito, fizeram uma busca minuciosa e encontraram diamantes em sua carteira. Na bagagem que ele havia despachado havia outros cristais. O valor total estimado das pedras é de mais de trezentos mil reais.

Além das pedras foi apreendido também um relógio da marca Rolex. O suspeito apresentou ainda documentos e uma carta que suportaria toda a negociação e os materiais encontrados com ele, porém eram todos falsificados. O homem foi preso em flagrante por uso de documentos falsos, usurpação de bens da União e contrabando e será encaminhado ao presídio estadual onde permanecerá à disposição da Justiça.