Cidade: Prefeitura fiscaliza 147 estabelecimentos comerciais nos feriados de Natal e Ano Novo

A Prefeitura de Guarulhos fiscalizou 147 estabelecimentos comerciais entre os dias 23 e 27 de dezembro e entre 30 de dezembro e 3 de janeiro. As ações fiscalizatórias foram intensificadas nas datas comemorativas de Natal e Ano Novo para certificar-se de que os locais estavam seguindo o determinado pelo governo estadual, que classificou a cidade na fase vermelha do Plano São Paulo nessas datas para conter a disseminação do novo coronavírus.

No Natal, dos 76 estabelecimentos visitados pelas equipes, apenas um estava em atividade, descumprindo o que determinam as regras de segurança. Já no Ano Novo 71 locais foram visitados e nenhum deles estava em atividade. Os fiscais estiveram em bares, restaurantes, casas noturnas, tabacarias e adegas. Alguns estabelecimentos estavam trabalhando apenas com o serviço de entrega ou retirada, sem atendimento no local, o que é permitido.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) já havia notificado diversos estabelecimentos da cidade sobre as determinações do Plano São Paulo e suas proibições, além de solicitar a colaboração dos comerciantes. Para o secretário Jorge Taiar, essa conversa fez total diferença. “Diversos estabelecimentos não realizaram confraternizações de final de ano. Acreditamos que, além da conscientização, isso ocorreu por conta da notificação prévia”, afirmou.

Os bairros fiscalizados no último final de semana foram Centro, Gopoúva, Vila Rosália, Macedo, Jardim Bela Vista, Parque Renato Maia, Vila Flórida, Jardim Tranquilidade, Vila Galvão, Itapegica, Parque Alvorada, Parque São Miguel, Jardim Paraíso, Jardim Cumbica, Jardim São João, Recreio São Jorge, Jardim Arapongas, Água Chata, Jardim Fortaleza, Parque São Miguel e Jardim Presidente Dutra. As ações contaram com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM).

Fiscalizações durante a pandemia do coronavírus – Desde o início da pandemia do novo coronavírus, em março de 2020, a Prefeitura de Guarulhos tem adotado diversas medidas para a contenção da doença, que até o momento já provocou a morte de mais de 1,6 mil guarulhenses.

Entre as medidas, a fiscalização de estabelecimentos comerciais vem sendo prioridade da SDU, que de março a dezembro de 2020 realizou cerca de 5 mil fiscalizações, tanto diurnas quanto noturnas, por toda a cidade, em estabelecimentos denunciados pela população por estarem exercendo atividades irregularmente, em descumprimento aos decretos municipais 36.726 e 36.757/2020, e também por meio de fiscalizações rotineiras.

Os estabelecimentos mais fiscalizados foram bares, restaurantes, casas noturnas, tabacarias, adegas, academias, mercados e padarias. Até o dia 27 de dezembro, mais de mil locais foram autuados por desobedecerem as regras de funcionamento, higienização e distanciamento social impostas pela municipalidade.