Guarulhos registra queda de quase 5% na ocupação de leitos de UTI para covid-19

Antônio Boaventura
[email protected]

No último domingo (14), o prefeito Guti (PSD) revelou o estado crítico em que o serviço público de Saúde se encontra com o colapso do sistema ao atingir a marca de 100% de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) voltados para o tratamento da covid-19. Contudo, nesta segunda-feira (15), o chefe do Poder Executivo anunciou a queda de quase 5% – 95,8% -, do uso desses espaços no município.

De acordo com o mesmo, no ano anterior neste mesmo período, a segunda cidade mais populosa do estado de São Paulo tinha como disponibilidade 73 leitos. Com o avanço da pandemia, o município conta com 177. Na semana anterior, a Administração Pública alugou 29 leitos de uma rede hospitalar da iniciativa privada, que segundo o gestor principal de Guarulhos, já estão todos ocupados, além da abertura de outros 10 no Hospital Padre Bento, que tem a gestão do Governo do Estado.

“Estamos fazendo maior esforços para aumentar os leitos para atendimento. A gente aumentou 150% o número de leitos de UTI na cidade de Guarulhos. Estamos correndo contra o tempo. O Estado liberou no Padre Bento mais 10 leitos de UTI. Mas, não existe o que comemorar”, explicou o prefeito Guti.

Guti também fez um alerta sobre a importância da prevenção ao covid-19. Ele pede para que os cidadãos possam ampliar seu poder de entendimento e conscientização da gravidade que o município se encontra em função do agravamento da pandemia, e ressalta que essa condição é importante por conta da escassez de vacinas.

“Estamos fazendo o máximo possível para salvar vidas. Essa nova cepa não está pegando somente os idosos, mas também os jovens. Enquanto não temos vacinas para todo mundo precisamos obedecer as regras de proteção”, concluiu.