Patrulha Maria da Penha detém homem por supostos maus-tratos contra a mãe de 87 anos

A Inspetoria de Patrulhamento e Ações Preventivas da Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarulhos, por meio da Patrulha Maria da Penha, prestou assistência na sexta-feira (26) a uma idosa de 87 anos que se encontra sob medida protetiva no Macedo. A solicitação foi feita pela filha da vítima e irmã do suposto agressor diretamente na inspetoria. A mãe do rapaz recebeu a medida protetiva da Justiça após sofrer violências psicológicas e patrimoniais.

Ao ser abordado dentro da residência da mãe, o filho afirmou ter consciência da medida restritiva judicial, mas que nunca deixaria de ira à casa que ele também considera sua.

Diante da irredutibilidade do homem, a GCM o encaminhou à Delegacia de Defesa da Mulher. No local, após considerar a desobediência judicial e também confirmar os maus-tratos impostos à própria mãe, a autoridade policial tomou as medidas cabíveis.    

Patrulha Maria da Penha

O objetivo da Patrulha Maria da Penha é assegurar o acompanhamento e o atendimento das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, fiscalizando as medidas protetivas determinadas judicialmente, que são decisões cautelares que a autoridade judicial concede à vítima para proteger sua integridade física. O juiz, dependendo do caso, pode determinar a suspensão do porte de armas do agressor, seu afastamento do lar e o distanciamento da vítima, entre outras ações. A inspetoria atende pelo telefone 2475-9444.