Celebrações da Luta Antimanicomial iniciam nesta quinta-feira em Guarulhos

Neste ano em que se comemoram duas décadas da promulgação da lei 10.216/2001, que considerou as pessoas com sofrimento psíquico sujeitos de direitos, reconhecendo o protagonismo de usuários e familiares para a construção de políticas de saúde mental e intersetoriais, Guarulhos reafirma seu compromisso com a causa e antecipa as celebrações do Dia Nacional da Luta Antimanicomial. Para festejar essa data histórica de forma humanizada e participativa, as atividades alusivas ao mês terão início nesta quinta-feira (6) com uma programação online.

Aberta a usuários dos serviços de saúde mental, familiares e trabalhadores da área, a roda de conversa virtual RAPS: Potencias e Desafios, com participação especial de Elisa Zaneratto, docente da PUC/SP, dará início à programação do mês. A atividade começará às 8h30 e poderá ser acessada através do link https://conasems-br.zoom.us/j/94903547378.

No próximo dia 19 outra roda de conversa em ambiente virtual, com o tema Troca de Saberes: Ações Compartilhadas no Território, será realizada às 14h, com divulgação do link de acesso em data mais próxima do evento. Ela será voltada a profissionais dos serviços de saúde de Guarulhos.

Também em ambiente virtual, no dia 26 deste mês, às 13h30, acontece o Cine Clube com a exibição do filme Si Puo Fare. Da mesma forma, o link de acesso será divulgado nos dias antecedentes à atividade.

Outras ações

Durante todo o mês de maio os serviços de saúde irão desenvolver atividades e ações comemorativas com os usuários e familiares através de produções artísticas, culturais, artesanais, cultivo de horta, palestras, rodas de conversas, exibição de filmes, painéis de fotos, bazar da luta antimanicomial, confecção e vendas de camisetas temáticas, como é o caso do Tear. Neste serviço, localizado na rua Carutapera, 163 (Vila Augusta), além de comprar uma peça pronta as pessoas ainda terão a opção de adquirir somente as estampas criadas sobre o tema ao custo de R$ 7 cada.

Ao longo do mês também será produzido e apresentado nas redes socais um vídeo com depoimentos dos usuários, familiares e trabalhadores sobre os serviços de saúde mental de Guarulhos.  O Tear, em suas redes sociais, irá apresentar sua história, assim como os Centros de Atenção Psicossocial e as residências terapêuticas, reafirmando o compromisso desses serviços com o cuidado em liberdade e por um tratamento mais humano a todos os assistidos.