São Paulo Companhia de Dança se apresenta para bailarinos do EducaDança

Fotos: Rodrigo Marcelo/PMG

Leveza, elementos cênicos e dança contemporânea foram alguns dos movimentos que fizeram parte da apresentação especial do projeto Meu Amigo Bailarino, da São Paulo Companhia de Dança (SPCD), para os alunos do projeto EducaDança da Prefeitura de Guarulhos. O evento ocorreu na tarde da última sexta-feira (22) no Salão de Artes do Centro Municipal de Educação Adamastor, com transmissão ao vivo pelo Instagram.

Os alunos do projeto EducaDança tiveram a oportunidade de acompanhar presencialmente os trechos de três grandes obras da SPCD. No primeiro trecho, “Fada do Amor”, foi possível perceber a leveza da bailarina nos braços do bailarino, que traduz a energia e o amor da fada pelo ser humano marcado por sua entrega e delicadeza.

A coreografia “Respiro” foi inspirada nas sensações de perdas e ganhos durante a pandemia e incorpora elementos que partem da plenitude da meditação. Já a obra “Pivô” apresenta referências do basquete, do hip hop e da dança contemporânea. A obra foi premiada com o terceiro lugar na escolha do júri como Melhor Espetáculo de Dança de 2016, no Guia Folha.

Repercussão

A aluna do EducaDança, Maria Eduarda Brandão, 10 anos, estava empolgada depois de apreciar a apresentação da companhia visitante. “Eu gostei de todas as coreografias que os bailarinos fizeram durante a apresentação, todos os movimentos foram perfeitos”, contou a aluna de jazz iniciante.

Após a apresentação a companhia de dança interagiu com o público, contou sobre suas experiências e o privilégio de levar a arte da dança para diferentes culturas como Alemanha, Suíça e Dubai. As crianças fizeram inúmeras perguntas, como o que é necessário para ser um bailarino profissional, quais são as maiores dificuldades, entre outras.

Os bailarinos da SPCD ressaltaram a importância dos ensaios na preparação para os espetáculos. “Quanto mais a gente se prepara, melhor é a apresentação. Desde quando a gente é criança a gente se movimenta, porém, dançar profissionalmente requer dedicação, preparo físico, muscular e psicológico, além de continuar sempre estudando”, explicou um dos bailarinos.

No encerramento, uma turma de alunas do EducaDança se apresentou aos convidados. “Foi uma honra e uma alegria imensa essa interação entre alunos e bailarinos profissionais. As apresentações motivaram ainda mais as alunas a transformar seus sonhos em realidade por meio da dança. Agradecemos a toda equipe do projeto por proporcionar esse momento tão especial”, destacou Flávia Medeiros, professora do EducaDança. O evento contou com a organização do Centro Municipal de Educação e Artes (Cemear), em parceria com a SPCD.