Maioria dos leitores do HOJE defende a interferência de Bolsonaro na Petrobras

“Bolsonaro deve interferir na Petrobras contra o aumento da gasolina e do gás?”. Diante desta pergunta, em enquete realizada nas mídias digitais do HOJE, 89% dos internautas responderam “sim” e 11%, “não”. A enquete foi colocada no ar por volta das 19h desta segunda-feira (25) e os resultados foram coletados 24 horas depois.

No domingo (24), o presidente que o governo federal não vai interferir na execução da atual política de preços da Petrobras e de nenhum outro setor. Bolsonaro, no entanto, confirmou que tem conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre o futuro da empresa energética, não descartando, inclusive, a opção de privatização – hipótese que admitiu ser “complicada.”

“Alguns querem que a gente interfira no preço, mas não vamos interferir no preço de nada. Isto já foi feito no passado e não deu certo”, disse o presidente ao admitir que não tem poderes para influenciar na definição de negócios e de preços da companhia.