Projeto encaminha 147 para vagas remuneradas

Imagem: Fabio Nunes Teixeira/PMG

A 5ª edição do projeto Estagiando, promovido pela Prefeitura de Guarulhos, mobilizou na tarde desta quinta-feira (28) 241 jovens entre 16 e 29 anos que buscaram vagas de estágios remunerados em diversas áreas na Subsecretaria da Juventude. Eles passaram por dinâmicas, orientações e entrevistas para verificar quais oportunidades eram compatíveis com seus perfis. Entre os participantes, 147 foram encaminhados para entrevistas finais com as empresas contratantes. A iniciativa da pasta, integrante da Secretaria de Direitos Humanos, teve como parceira a empresa Brilho Próprio.

A abertura do evento foi feita pelo vice-prefeito e secretário de Cultura, Professor Jesus, e pelo subsecretário da pasta, Cesar Sousa. “Tenham fé e acreditem. Coisas boas estão chegando. Vocês vão conseguir estágios. Não desistam jamais”, disse Professor Jesus.

“Estamos mais uma vez reunindo vários jovens para propor oportunidades de iniciar uma carreira profissional. Não se deve olhar apenas como uma pré-seleção para vagas de estágio, mas como uma chance de inserção no mercado de trabalho, de aprender, se desenvolver e seguir uma carreira profissional. Portanto, deem importância a este momento único que pode decidir a vida de vocês daqui para frente”, afirmou o gestor da subsecretaria.

Para a diretora da Brilho Próprio, Maria Elena Gomes Dorta, o mutirão de estágios aproxima a oferta de vagas dos que procuram colocação. “É uma oportunidade do primeiro trabalho. O Estagiando possibilita um caminho para o ingresso no mundo profissional”, destacou a diretora.

Aos 17 anos, Letícia Gomes Santos, aluna do 3º ano do ensino médio, foi a primeira participante a chegar ao mutirão de estágios. “Cheguei bem cedo, às 9h, e fiquei aguardando até começar. Gostei de participar. Foi rapidinho e bem tranquilo. Consegui um encaminhamento para a área administrativa que vai me ajudar a ter experiência, porque ainda não sei qual faculdade vou fazer”, disse a moradora de Bonsucesso.

O jovem Rick Marcio Oliveira Santos soube do Estagiando pela avó, que recebeu, via WhatsApp, as informações do projeto postadas em mídias sociais. Ele foi encaminhado a uma vaga do setor administrativo. “Pretendo fazer vestibular para tecnólogo em TI (tecnologia da informação). Preciso do estágio para trabalhar e realizar meus sonhos e objetivos, que incluem ser policial federal, casar, ter filhos e ser um bom pai”, contou o estudante de 16 anos, que cursa o 3º ano do ensino médio e vive com a avó no Jardim Presidente Dutra.

- PUBLICIDADE -