Lei Rouanet: recurso deveria atender artistas iniciantes

Foto: Hoje TV

Desde a campanha para as eleições de 2018, o presidente Jair Bolsonaro criticava o financiamento das produções artísticas através da Lei Rouanet. Contudo, a discussão se tornou cada vez maior e foi sobre este assunto que abordou a atriz e diretora, Raquel Senna, no HOJE TV desta segunda-feira (23), apresentado pelo jornalista Maurício Siqueira.

Raquel se formou em teatro em 2013. “Logo depois comecei a atuar como atriz e recentemente também comecei a dirigir espetáculos. No momento estou na direção de três deles”, ressaltou. De acordo com ela, antes de entrar para o ramo da arte, era técnica de enfermagem. “Abandonei a área depois de 10 anos de profissão e então decidi ficar trabalhando somente com teatro”, disse.

Sancionada em 1991, a Lei Rouanet faz parte do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac) e tem como objetivo incentivar empresas e cidadãos a investirem na cultura. O recurso está apto a artistas, produtores culturais ou instituições, que podem oferecer apoio com uma determinada porcentagem do imposto de renda e obter o abatimento do valor.

Mas, segundo a atriz, infelizmente este tipo de recurso não chega aos artistas iniciantes. “Esse dinheiro só alcança aqueles artistas que já têm um maior poder aquisitivo e esses são os que já possuem condições financeiras de manter um espetáculo. Porém, para os pequenos atores, quem realmente deveria estar recebendo o financiamento e para quem está tentando começar no ramo com bons espetáculos, o recurso financeiro não chega. Muitas vezes, nós não temos ajuda nenhuma para dar início aos projetos”, finalizou Raquel.

O programa vai ao ar de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 9h, e pode ser acessado no Facebook (guarulhoshoje), YouTube (HOJE TV) ou pelo site www.guarulhoshoje.com.br.

- PUBLICIDADE -