Jardim Vermelhão tem fios de alta tensão amarrados com arame em postes de madeira

Foto: Bruno Netto

Perigo na rede elétrica. Fios de alta tensão expostos, amarrados com arames e presos em postes de madeira. Esses são os problemas de uma comunidade formada há mais de 20 anos, na região conhecida como Jardim Vermelhão. Embora a regularização fundiária e urbanística esteja em andamento, a população reclama da ausência de postes de concreto, semelhantes aos instalados nos demais bairros da cidade.  

Na segunda-feira (23), para verificar as denúncias, os parlamentares fizeram uma fiscalização no local. Segundo Welliton Bezerra (PRTB) é necessário reavaliar a qualidade do serviço prestado pela concessionária de energia elétrica no município. “Em regiões de classe média, o poste de madeira não existe mais, então, por que colocar na periferia? Tem instalação de caixa de luz com fio solto, preso com arame; está bem bagunçado aqui, a aparência não é das melhores, então a gente fica preocupado”, alertou.  

Em nota, a EDP afirmou que os postes de madeira tratada fazem parte do kit padrão de entrada doado pelo projeto de regularização da parte elétrica da cidade e que os equipamentos são homologados e seguem todos os padrões técnicos e de segurança. A empresa esclarece também que os clientes não são obrigados a receber o kit fornecido e podem optar pela compra de equipamentos disponíveis no mercado. Sobre a fixação das caixas de força, a EDP afirma que são instaladas conforme instrução normativa e vistoriadas depois e que as possíveis anomalias serão verificadas.  

- PUBLICIDADE -