Coluna 35

Arriba!

O vereador Leandro Dourado (PDT), agora na oposição, fez críticas ao prefeito Guti na sessão de ontem. Como o prefeito está representando a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) no Smart City Expo Latam Congress na América Latina, no México, o parlamentar resolveu inovar e falou na tribuna usando um sombreiro. Dourado, no entanto, voltou mais abrasileirado pra assumir a presidência da sessão em lugar de Fausto Miguel Martello (PDT).

Chama o Deboni!

Por ter pleno conhecimento dos meandros legais e políticos do Legislativo e, por isso, considerado o posto Ipiranga de todos os presidentes da Câmara há cerca de 4 décadas, Sérgio Luiz Deboni, fazia um tempo, não participava das sessões plenárias da Casa. Porém, ultimamente, dado o calor e a tensão das mesmas, Deboni volta à cena orientando o presidente Martello. O embate fica mais difícil quando um zagueiro dessa qualidade está na área.

Tudo esvaziado

O friozinho desta quarta-feira, 8, não animou muita gente a protestar contra a Taxa do Lixo, na Câmara. Diferente da semana passada, que tinha até animador de auditório, poucos ocuparam a galeria do plenário. Já os vereadores da base aliada, que não quiseram segurar o rojão de ter de votar o projeto do vereador Edmilson Souza (PSOL) que trata da revogação da Lei Ambiental, seguiram o mesmo exemplo e saíram de fininho, um a um, até que a falta de quórum encerrou a sessão.

Nem luxo nem lixo

A manifestação que aconteceu do lado de fora da Câmara de Guarulhos, ontem, além de ter pouca adesão, revelou que a maioria dos manifestantes não pagará a Taxa do Lixo. Mesmo sem ser muito explícito, o vereador Maurício Brinquinho ratificou essa realidade ao perguntar o porquê de não haver empresários se manifestando contrariamente ao tributo. A Taxa não incidirá sobre cidadãos que estejam incluídos em programas sociais.

O Muro

O teatro Adamastor – Centro, está localizado numa região que concentra muitos moradores de rua. Muitos deles se recusam a procurar abrigo nos dispositivos municipais, que trazem certas regras para serem ocupados. A fim de evitar que o equipamento de cultura do município se transforme num reduto de desabrigados, a prefeitura está levantando um gradil que impedirá o acesso desse público às suas instalações.  

- PUBLICIDADE -