Entenda a proposta do governo federal para reduzir o ICMS dos combustíveis

Foto: Hoje TV

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, no começo desta semana, uma proposta de acordo com os governos estaduais para reduzir a carga tributária sobre os combustíveis para tentar frear a escalada da inflação no país e foi sobre este tema que abordou Carlos Jones Pereira, que é professor de Direito e Ciências Contábeis na FIG-Unimesp, no HOJE TV desta quinta-feira (9), apresentado pelo jornalista Maurício Siqueira.

A opção é a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), já anunciou que o tema será levado diretamente a plenário, sem passar por comissões. “Não tem outra opção para reduzir esses valores. A não ser que zere os impostos, o que é completamente inviável. Afinal, para toda ação, existe uma reação”, disse.

Pereira ressaltou que, no governo do ex-presidente Michel Temer, houve uma mudança na forma de se calcular o valor dos combustíveis nas refinarias. “Desde então, nós passamos a ser referendados pelos preços internacionais. Sem contar a crise, a pandemia e a guerra que influenciaram em tudo”, disse.

O programa vai ao ar de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 9h, e pode ser acessado no Facebook (guarulhoshoje), YouTube (HOJE TV) ou pelo site www.guarulhoshoje.com.br.

- PUBLICIDADE -