Leandro Dourado explica o que pode ou não ser feito na pré-campanha eleitoral

Foto: Hoje TV

Convidado para o HOJE TV desta sexta-feira (24), apresentado pelo jornalista Maurício Siqueira, o vereador, vice-presidente da Câmara Municipal e pré-candidato à deputado federal, Leandro Dourado (PDT), destacou o que pode e o que não pode ser feito em períodos de pré-campanha eleitoral.

Oficialmente, a campanha eleitoral de 2022 só começa no dia 16 de agosto, antes desse período, segundo determina a Lei 9.504/1997, não é permitido existir pedido explícito de voto. “O período de pré-campanha é permitido, mas nele só é autorizado aquilo que a Justiça Eleitoral entende sobre o momento em que os pré-candidatos vão pedir apoio e discursar sobre suas propostas. No caso, posso falar que preciso do seu apoio, mas não que preciso do seu voto. A palavra voto é a questão, é a ela que não podemos nos referir”, ressaltou Dourado.

De acordo com o pré-candidato, também não é possível dizer que ele é candidato neste momento. “Por enquanto preciso dizer que sou pré-candidato, pois só passarei a ser candidato após a convenção. Me referir desta maneira, dá a conotação de que eu já estou fazendo uma campanha antecipada”, disse.

O programa vai ao ar de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 9h, e pode ser acessado no Facebook (guarulhoshoje), YouTube (HOJE TV) ou pelo site www.guarulhoshoje.com.br.

- PUBLICIDADE -