Motoristas conseguem reajuste de 9% e descartam greve

Motoristas de empresas de ônibus de Guarulhos conquistaram reajuste salarial de 9% junto a Associação das Empresas de Transportes Urbanos (Guarupass), nesta terça­-feira (31), e descartaram uma possível greve.

Segundo o presidente do Sindicato dos Condu­tores de Veículos Rodo­viários e Trabalhadores em Transportes Urbanos, Metropolitanos, Intermu­nicipais de Guarulhos e Região (Sincoverg), Maurí­cio Brinquinho, o reajuste foi maior do que em São Paulo (7,5%).

“A categoria teve essa percepção de que as dis­cussões devem ser feitas em conjunto e em sintonia com a real necessisade do trabalhador”, disse Brinquinho.

Os profissionais tinham recusado a proposta de 7% oferecida pela Guaru­pass. No total foram 35% de reajuste na Participa­ção nos Lucros e Resul­tado (PLR), o que equi­vale a R$ 1.350, e 11% no vale-refeição, que agora é de R$ 21 para os trabalha­dores.

O presidente do sindica­to ainda afirmou que nos últimos dias o Sincoverg tem realizado fiscalização no transporte coletivo na cidade. “Verificamos questões de segurança como a retirada de ônibus quebrados e também nos atentamos à manutenção de banheiros, entre outras ações”, afirmou.

O sindicato estima que a cidade tem pouco mais de 670 mil passageiros e diz que a greve era o último recurso. “A população não vai sofrer com a greve. Apesar de muitas vezes ela ser inevitável”, ressal­tou Brinquinho.

Em maio deste ano, cobradores e motoristas dos ônibus municipais de Guarulhos fizeram uma paralisação nos coletivos municipais e intermunici­pais que afetou cerca de milhares de passageiros.

Reportagem: Leticia Lopes
Foto: Ivanildo Porto