Prefeitura promove reorganização das demandas entre Proguaru, Meio Ambiente e Obras

Em busca de melhorias no atendimento a população, a prefeitura deve promover a reorganização de tarefas da Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos (Proguaru) e as secretarias de Meio Ambiente e Obras, que também executam demandas de zeladoria na cidade.  No entanto, não existe previsão para que estas ações sejam colocadas em prática pelo Governo Municipal.

O HOJE obteve a informação de que a Proguaru deve ficar responsável por obras classificadas de grande porte como a que realiza para viabilizar a nova sede da Câmara Municipal, localizada no bairro de Vila Augusta. As demais demandas, em sua maioria, seriam distribuídas para as pastas de Meio Ambiente e Obras, já que o propósito é tornar a empresa de capital misto rentável.

“Está sendo feita uma reorganização na questão da zeladoria da cidade. Essa reorganização está sendo comandada pela secretaria de Governo, onde a Proguaru junto com as secretarias de Meio Ambiente e Obras, que também executam demandas de zeladoria. Elas estão trabalhando uma redistribuição para que elas possam ser utilizadas”, explicou Joel Rodrigues, diretor técnico da Proguaru.

A administração pública pretende implantar, em data ainda a ser definida, o aplicativo Cuida Guarulhos para melhorar a comunicação e aproximar a população da gestão pública. Nos primeiros cinco meses deste ano, a Proguaru atendeu cerca de 6.200 demandas. Ou seja, média de 1.240 atendimentos mensais.

“Essa divisão e os pontos ainda serão divulgadas pela secretaria de Governo e Planejamento, além do prefeito. Nós não temos ainda todos os detalhes. Algumas ações da Proguaru são realizadas na cidade inteira como a varrição, tapa buraco, recape e as grandes obras”, concluiu Rodrigues.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto